Please [do not] touch

MNAC - Rua Capelo

entrada: Condições Gerais

Inês Norton. Please [do not] touch

2019-06-28
2019-10-27
Curadoria: Adelaide Ginga e Emília Ferreira

Há muito que sabemos que o conhecimento depende dos sentidos. E, como percebeu o cientista António Damásio, também as emoções são incontornáveis para tomar decisões. Apesar disso, vivemos hoje o fascínio global pelo digital que se interpõe entre a nossa perceção e a realidade, substituindo o contacto direto com o mundo. Quando, a par do digital, crescem imaginários que rejeitam o corpo, e a busca de uma vida assética, isenta de riscos, que tipo de vida procuramos, de facto, viver? São essas as questões levantadas pela exposição de Inês Norton, Please [do not] touch, que retoma, no MNAC, a pesquisa da artista quanto à tensão existente, nos nossos dias, entre os conceitos de natural e de sintético.

O mundo “à distância de um toque” ou “o mundo na ponta dos dedos” são frases que, nesta exposição, com objetos palpáveis e um expresso interdito de tocar (ainda que o visitante seja convidado a tocar algumas das peças), ganham um sentido irónico.

Sendo o museu um espaço em que o toque é geralmente interdito, Please [do not] touch — em português por favor [não] toque — assume uma clara ironia. Ao privilegiar a abordagem e o contacto audiovisual, a sociedade atual tende a assumir como desnecessária e obsoleta a experiência direta.

Relegando para segundo plano a nossa inata capacidade de contacto, essa recente abordagem coloca inúmeros problemas. É urgente reconhecer a importância da presença física e do toque na relação interpessoal. Esta exposição de Inês Norton, composta por 18 obras inéditas, sublinha a omnipresença da artificialidade e a necessidade de a questionar, lançando o alerta para a urgência de recuperar a plena consciência do corpo, sob pena de perdermos o essencial do que é ser humano.

Adelaide Ginga e Emília Ferreira









Atividades

    2019-06-27 19h00
    Inauguração da exposição
    2019-10-08 18h30
    Visita guiada
Ver todas as atividades 2

Em Exibição

A Brasileira do Chiado

Café Museu 1925-1971

2021-06-26
2021-09-26
Curadoria: Maria de Aires Silveira, Raquel Henriques da Silva
O Café Museu da Brasileira em exposição no MNAC
Exposição temporária

O Caminho para a Luz porque Passa pela Luz

2021-06-22
2021-11-14
Com curadoria de João Biscainho, a exposição inaugural da nova Galeria Millennium BCP apresenta uma seleção de obras num diálogo entre as coleções do MNAC e do Millennium bcp, e de outras coleções nacionais e internacionais.
Exposição Coletiva

Ciclo “Mulheres Pintoras no Mundo Ibero-Americano” 2021- 2022

2021-06-17
2022-03-03
Ciclo de palestras que apresenta Pintoras que foram especialmente actuantes no Mundo Ibero-Americano e que ao longo dos séculos contribuíram para diminuir o preconceito de género e pôr fim a uma série de estereótipos no mundo das artes.
Palestras

Francis Smith

Em Busca do Tempo Perdido

2021-06-10
2021-10-03
Curadoria: Jorge Costa
Exposição dedicada ao pintor Francis Smith.
Exposição temporária

Meu Amigo

Obras e Documentos da Coleção Ernesto de Sousa (1921-1988)

2021-05-18
2021-09-26
O MNAC associa-se às comemorações do centenário do nascimento de Ernesto de Sousa, uma das mais relevantes personalidades da contemporaneidade portuguesa, cuja influência continua a ser atuante.
Exposição temporária

Herança

Ana Vidigal e Nuno Nunes-Ferreira

2021-05-18
2021-09-26
Curadoria: Emília Ferreira
Dois arquivos pessoais, duas heranças de dois artistas cujos pais tomaram parte num momento traumático da história de Portugal.
Exposição temporária

Olhares modernos

O retrato em pintura, escultura, desenho (1910-1950)

2021-05-18
2021-09-30
Curadoria: Maria de Aires Silveira
Cruzamento de olhares e o gosto por enquadramentos pictóricos na coleção do MNAC.
Exposição temporária

110 anos

2021-05-18
2024-04-01
Uma intervenção que celebra os 110 anos do MNAC.
.