MNAC - Rua Capelo

Entrada Livre

111 anos

2022-05-26
2024-04-01

No ano em que o Museu Nacional de Arte Contemporânea celebrou os 110 anos da sua fundação, assinalámos a data com uma ação de grande visibilidade e assertividade da sua presença pública, no coração do Chiado. Para tanto, foi realizada uma intervenção nas fachadas do edifício da Rua Capelo (antigo Governo Civil). Este primeiro projeto pioneiro estará patente durante 3 anos, ao cabo dos quais pretendemos avaliar a sua continuação através de um call aberto. 

 

A intervenção artística encomendada pelo MNAC, da autoria do artista convidado Pires Vieira, um nome consagrado do panorama artístico nacional, com obra na coleção do MNAC, associada à pintura integral das fachadas do edifício da Rua Capelo, com uma nova cor que referencia, de modo histórico, a paleta oitocentista do azul celeste, ao mesmo tempo que reabilita a imagem do edifício, afirmando a sua identidade como espaço de artes. 

 

Revelámos esta ação no dia 18 de Maio, Dia Internacional dos Museus, o mesmo dia que este ano se dedicou ao tema “O futuro dos museus: recuperar e reimaginar”. E porque recuperar é uma das missões dos museus e reimaginar se encontra também no nosso ADN, a recuperação e reimaginação do que somos e do que nos propomos deve passar pelo património imóvel, ou seja, pelo próprio corpo do museu. 

Além disso, estabelecendo uma ligação com o exterior, trazendo para a fachada uma intervenção artística, trazemos literalmente a Arte para a rua. Afirmamos, deste modo, a nossa abertura ao bairro, forma simbólica de abrirmos as portas para todos.

 

Para concretizar este projeto contámos com muitos apoios, entre os quais significativos mecenas e parceiros. De outro modo, uma ação financeiramente tão exigente jamais se poderia ter concretizado. Contámos com o principal mecenas do museu, a Fundação Millennium bcp, e também com a Vanguard Properties, a CIN e, a título individual, com Maria da Graça Carmona e Costa. Tivemos ainda como parceiros o jornal Público, a editora A Bela e o Monstro, o histórico café A Brasileira do Chiado e a agência Fuel. E contámos ainda com o apoio da SPAL e da Ramos Pinto.


Em Exibição

Música no Jardim do MNAC

2022-08-05
2022-08-26
Noites de Verão - Concertos de Música
.

curta-metragem 'Azul no Azul'

2022-07-28
2022-09-15
Curadoria: Nelson Ferreira
Azul no Azul: O realizador italiano Gianmarco Donaggio lança a curta-metragem experimental 'Azul no Azul', uma viagem cinematográfica dentro do jardim das esculturas do MNAC - Museu Nacional de Arte Contemporânea.
Vídeo

A Pintura sublimou o espírito

2022-07-28
2022-10-30
Curadoria: Hilda Frias
Após residência artística no Museu Nacional de Arte Contemporânea, este é o fruto de um trabalho e pesquisa persistentes, de Nelson Ferreira.
Exposição individual

Exposição

Galeria PeP do MNAC

2022-07-21
2022-09-04
Curadoria: Sílvia Berény e Rita Brandão
DEAMBULAÇÕES DE UM GRUPO DE CRIANÇAS DA ESCOLA OSMOPE PELA RUA MOUZINHO DA SILVEIRA NO PORTO
.

Veloso Salgado

de Lisboa a Wissant. Itinerário de um pintor português

2022-07-02
2022-12-15
Curadoria: Maria de Aires Silveira
Exposição Veloso Salgado de Lisboa a Wissant. Itinerário de um pintor português - integrada na programação da Temporada Portugal-França (Cruzada)
Exposição temporária

‘There’s a shite stunk in the air… Dad’s oot oan bail! de Edgar Martins

2022-05-25
2022-08-21
A exposição reflecte a abordagem que tem tido o trabalho de Edgar Martins enquanto fotógrafo, em que o foco recai em ambientes de difícil acesso e no diálogo que estes ambientes provocam.
Exposição individual

A OUTRA VIDA DOS ANIMAIS

2022-05-05
2022-08-28
Curadoria: Emília Ferreira
Esta exposição de animais reais e fantásticos conta com obras de desenho, pintura, fotografia, cerâmica, escultura e media art tendo sido pensada para um público mais jovem, mas onde todas as idades são bem-vindas.
Exposição temporária

‘Não sei se posso desejar-lhe um feliz ano’

2022-04-14
2022-08-28
Curadoria: Adelaide Duarte
‘Não sei se posso desejar-lhe um feliz ano’. Obras da colecção de Mário Teixeira da Silva com curadoria de Adelaide Duarte.
Exposição temporária

Paisagens povoadas

Narrativas da colecção do MNAC (1850-1930)

2022-02-16
2022-08-28
Curadoria: Maria Aires Silveira
A estética da paisagem, em diálogo com a presença e intervenção humana na natureza.
Exposição temporária

Maria Eugénia & Francisco Garcia

Uma Coleção

2021-11-18
2022-09-18
Curadoria: Maria de Aires Silveira, Cristina Azevedo Tavares e Raquel Henriques da Silva
O MNAC expõe a coleção de Maria Eugénia e Francisco Garcia
Exposição temporária