PIRÂMIDE I, 2015
PIRÂMIDE I, 2015

Piso 1 e 2

entrada: Condições Gerais

RUI TOSCANO. Civilizações de Tipo I, II e III

2015-11-21
2016-02-14
Curadoria: Nuno Faria
O OLHO COMO REPRESENTAÇÃO E REVERBERAÇÃO DO UNIVERSO

Com a exposição Civilizações de Tipo I, II e III, Rui Toscano (RT) prossegue, aprofunda e, em certa medida, expande a investigação em torno do universo de exploração espacial, que o artista havia já abordado em peças isoladas e de um tema ao qual dedicou recentes exposições, nomeadamente "La Grande Avventura dello Spazio", na Galeria Cristina Guerra, em 2013, e "Journey Beyond the Stars", na Travessa da Ermida, em 2015.


A presente exposição reúne um conjunto de peças recentes ou inéditas bem elucidativo do vasto espectro de suportes que RT explora, que vão do som à luz, passando pela imagem fotográfica, a pintura, o desenho e o vídeo, mas também das estratégias que vem persistentemente desenvolvendo ao longo do seu trabalho, há já mais de 20 anos, a saber, uma prática de apropriação e reutilização de imagens, de colagem e/ou montagem de elementos que mantêm entre eles uma relação de vizinhança temática ou conceptual, a evocação do cinema de ficção científica erudito ou visionário, nomeadamente de duas  obras clássicas a que recorrentemente regressa, "Blade Runner" de Ridley Scott e "2001 - Odisseia no Espaço" de Stanley Kubrick, o lugar central da percepção na construção da obra a partir da padronização do acaso, da tematização do invisível e do atmosférico, a aproximação da escala incomensurável - o cosmos - e ínfima - a partícula de pó que esvoaça no ar.


Talvez a principal transformação ocorrida no interior do trabalho de RT, que esta exposição torna visível (como fica sugerido, aliás, no título da exposição, uma remissão para a escala de Kardashev, através da qual o famoso astrofísico russo estabelece uma quantificação do nível de avanço tecnológico a partir da quantidade de energia que cada civilização utiliza), seja a aproximação cósmica dos imaginários de civilizações, reais ou projectadas ficcionalmente, distanciadas no tempo e no espaço - o Antigo Egipto, os povos pré-colombianos, a aventura espacial dos anos 1950-60, o mundo pós-apocalíptico e distópico de Blade Runner, que em 1982 apontava para um futuro sem esperança, situado em 2019, afinal sintomaticamente próximo de nós.

Nuno Faria
Curador

Atividades

    2015-11-20 21h30
    Inauguração da Exposição Rui Toscano. Civilizações de Tipo I, II e III
    2016-02-12

    17h00
    17h45
    Visita guiada por Nuno Faria
Ver todas as atividades 2

Em Exibição

CONVITE

2019-11-01
2019-12-08
.
Exposição individual

DANIEL CANOGAR. Teratologias

Arte digital da coleção MEIAC

2019-11-01
2019-12-08
Curadoria: Adelaide Ginga
Esta instalação de Daniel Canogar faz uso das linguagens digitais para abordar a relação entre arte e ciência e a questão da vulnerabilidade do ser humano face ao avanço da tecnologia.
Exposição individual

Espaço Interior

Trienal de Arquitetura de Lisboa

2019-10-05
2020-01-05
Curadoria: Mariabruna Fabrizi e Fosco Lucarelli
"Espaço Interior" faz parte de um projecto de investigação em desenvolvimento, sobre a construção da imaginação arquitectónica.
Exposição temporária

Espaço Interior | Inner Space. Inauguração dia 4 de Outubro às 19h00

Trienal de Arquitetura

2019-10-05
2020-01-05
Curadoria: Mariabruna Fabrizi e Fosco Lucarelli
A Trienal de Arquitectura de Lisboa e o Museu Nacional de Arte Contemporânea têm o prazer de convidar para a Inauguração da Exposição Espaço Interior que se realiza na próxima Sexta-feira, 4 de Outubro, a partir das 19h00
Exposição temporária

Sarah Affonso. Os dias das pequenas coisas

2019-09-13
2020-03-22
Curadoria: Maria de Aires Silveira e Emília Ferreira
A exposição dedicada a Sarah Affonso (Lisboa, 1899 – 1983) é uma de duas que, neste ano em que se celebram os 120 anos do nascimento da artista modernista, recordam a sua vida e obra
Exposição temporária

CAIS Urbana

Curadoria: Mistaker Maker
Exposição comemorativa dos 25 anos da Associação CAIS
Exposição temporária