Joaquim Rodrigo: Lisboa-Oropeza
Joaquim Rodrigo: Lisboa-Oropeza

MNAC

entrada: Condições Gerais

Colecção Manuel de Brito

Imagens da Arte Portuguesa do Século XX

1994-11-17
1995-02-19
Curadoria: Raquel Henriques da Silva
A Colecção Manuel de Brito reune um conjunto excepcional, eclético e abrangente, de Arte Portuguesa entre os anos de 1910 e os 70, com importantes núcleos autorais posteriores.
De citações históricas da primeira metade do século, acompanhando os seus sucessivos movimentos, à diversidade de poéticas das décadas de 60-70, empenhadas em projectos e acções de referência internacional, ou à sistematicidade da representação de artistas que hoje trabalham com a Galeria 111, esta colecção elabora também um afectivo retrato do seu autor como figura incontornável da cultura artística nacional contemporânea.

Em Exibição

Sarah Affonso. Os dias das pequenas coisas

2019-09-13
2020-03-22
Curadoria: Maria de Aires Silveira e Emília Ferreira
A exposição dedicada a Sarah Affonso (Lisboa, 1899 – 1983) é uma de duas que, neste ano em que se celebram os 120 anos do nascimento da artista modernista, recordam a sua vida e obra
Exposição temporária

CAIS Urbana

Curadoria: Mistaker Maker
Exposição comemorativa dos 25 anos da Associação CAIS
Exposição temporária

Inês Norton.

Please [do not] touch

2019-06-28
2019-10-27
Curadoria: Adelaide Ginga e Emília Ferreira
Esta exposição de Inês Norton sublinha a necessidade de recuperar a plena consciência do corpo, sob pena de perdermos o essencial do que é ser humano
Exposição individual

Henrique Vieira Ribeiro. O Arquivista. Projeto CT1LN: parte II

2019-06-19
2019-10-13
Curadoria: Adelaide Ginga
O projeto CT1LN de Henrique Vieira Ribeiro tem vindo a ser desenvolvido desde 2014 e consiste na interpretação artística de um espólio acumulado ao longo de quatro décadas por um radioamador, o personagem Paulo V.
Exposição individual

Rui Macedo. (In)dispensável ou a pintura que inquieta a colecção do museu

2019-05-14
2019-09-29
Curadoria: Emília Ferreira
Recordando-nos que um artista é um caçador-recolector, um respigador de sentidos, de formas, problemas e propostas, esta exposição relembra-nos que um museu é um local de constante e inquietante descoberta.
Exposição temporária

ARTE PORTUGUESA. RAZÕES E EMOÇÕES

2018-04-20
2019-09-29
Curadoria: Maria de Aires Silveira, Emília Tavares, Emília Ferreira
A presente exposição da coleção abrange grande parte do seu arco temporal, desde meados do século XIX até à década de 80 do século XX ocupando a totalidade das galerias da Ala da rua Serpa Pinto
Exposição da coleção