MNAC

entrada: Condições Gerais

Época de estranheza em frente ao mundo, 2012

Susana Gaudêncio

2012-08-16
2012-09-20

Um vórtice, uma mesa e um manifesto atraem e fixam  silhuetas, coisas e vestígios da “época da estranheza perante o mundo”, expressão de Odo Marquard que Solà-Morales cita em Territórios, e que Susana Gaudêncio recupera no título da sua exposição. 

Um vórtice, uma mesa e um manifesto constituem o cenário a que Susana Gaudêncio reduz as salas de reuniões onde, por todo o mundo, se definem as estratégias da sua totalitária uniformização, i.e., do seu inevitável esquecimento. Nesse cenário, a janela, por onde o tempo passa sobre a credível estabilidade da paisagem de que o acidente do lugar constitui o referente, é substituída por um ecrã onde numa animação em loop, todos os lugares se escoam na configuração das silhuetas das coisas que os habitam, atraídas por um vórtice que as faz desaparecer na cegueira do seu movimento de rotação. Em frente do ecrã (de frente para o mundo) uma mesa, idêntica às que nessas salas recebem os negociadores, tem o  tampo coberto por uma chapa metálica polida onde são visíveis os vestígios inscritos de aleatórios registos de uma reunião que nunca aconteceu. Do outro lado da mesa, em frente do mundo, um manifesto, sem tempo, sem lugar e sem verbos, materializado na impressão (prova) à escala real do tampo da mesa, substitui, por sua vez, a imagem da paisagem que nas mesmas salas é sempre idêntica e à qual não corresponde nenhum lugar porque ela apenas foi pensada na abstração do conceito.

Maria João Gamito

Maio 2012

Em Exibição

Loops Lisboa. 4ª edição

2018-11-30
2019-03-02
SOBRE O LOOPS.LISBOA
Vídeo

MIGUEL SOARES. Luzazul

2018-11-23
2019-02-24
Curadoria: Adelaide Ginga
Miguel Soares é o artista convidado nesta 3ª edição do projecto bienal SONAE / MNAC Art Cycles e traz-nos em LUZAZUL uma proposta artística inédita que reflecte sobre a Inteligência Artificial.
Art Cycles

Tomás da Anunciação (1818 - 2018)

Bicentenário do nascimento do artista

2018-10-26
2019-03-31
Curadoria: Maria de Aires Silveira
O MNAC assinala o dia 26 de outubro, data em que se comemoram os 200 anos do nascimento do pintor
Evento

O poder da imagem

2018-10-12
2019-03-31
Curadoria: Maria de Aires Silveira
Estes retratos de artistas, poderosos em sensibilidade e qualidade técnica, destacam-se pelo seu carácter inédito.
Exposição da coleção

Carlos Relvas (1838-1894) - Vistas Inéditas de Portugal

A Fotografia nos Salões Europeus

2018-09-27
2019-02-24
Curadoria: Victor Flores, Ana David Mendes, Denis Pellerin, Emília Tavares
Esta exposição revela um dos períodos menos conhecidos da fotografia de Carlos Relvas e um conjunto considerável e inédito de provas originais em albumina
Exposição temporária

ARTE PORTUGUESA. RAZÕES E EMOÇÕES

2018-04-20
2019-03-31
Curadoria: Maria de Aires Silveira, Emília Tavares, Emília Ferreira
A presente exposição da coleção abrange grande parte do seu arco temporal, desde meados do século XIX até à década de 80 do século XX ocupando a totalidade das galerias da Ala da rua Serpa Pinto
Exposição da coleção