entrada: Condições Gerais

Face à “Vida Nua”

2020-12-09
2021-01-24
Voltar ao Programa

Under/Above




Vasco Barata
Under/Above
março e abril 2020
Aguarelas sobre papel Schut 180grs | watercolors on paper Schut 180 grs
29,7 x 42 cm
Agradecimentos | Acnowledgments
Ana Anacleto, Fátima Mota (Galeria Fonseca Macedo)

O conjunto de desenhos que Vasco Barata produziu durante o seu período de confinamento, apresentam um percurso tenso entre linha e mancha, entre domínio e acaso. Por outro lado, as naturezas vasculares de muitos dos seus traços remetem-nos para o domínio do invisível, universo subitamente revelado em toda complexidade devido à pandemia do coronavírus.
Ao sermos ameaçados por uma força invisível, mas poderosa, a dimensão da fragilidade reformulou-se e deu-se um inédito e imprevisível confronto com um mundo microscópico, do qual sempre estivemos alheados. Os desenhos de Vasco Barata parecem assim ir de encontro a esse mundo invisível, orgânico, errático, transfigurador.
O constrangimento material que está na base destes desenhos foi vencido pela incursão numa pesquisa de essências, desenhos que ora parecem querer delinear, ora se adensam, desmultiplicando-se entre transparência e opacidade.
A reverberação da natureza invisível e das suas formas fractais está implícita nestes desenhos, que nos relembram também o paradoxo, a beleza e a violência de qualquer origem. A origem do lugar onde estamos agora está também no que sempre ignorámos, o desenho divagante e indagador de Vasco Barata coloca-nos face a face com o invisível desconhecido.

Emília Tavares